Décadas de Dança – Acervo Gouvêa-Vaneau

A dança contemporânea brasileira tem o que co(re)memorar. Todo o acervo referente a um de seus mais representativos, prolíficos e inventivos repertórios de criações, desenvolvido por quase quatro décadas pela bailarina e coreógrafa Célia Gouvêa em parceria com o “homem de teatro total” Maurice Vaneau (1926-2007), está salvo da transitoriedade a que estão sujeitas as artes do palco.

A exposição Décadas de Dança presentifica o que já foi, encarnando o sentido mais amplo da palavra memória.

Para a 8ª Mostra de Fomento à Dança, o Centro de Referência da Dança foi habitado, de setembro a outubro de 2014, por fotos, desenhos e vídeo da trajetória artística deste casal.

O projeto contou ainda com palestras guiadas por Célia Gouvêa pela exposição, compartilhando a memória viva de sua história.

Ficha técnica

Curadoria: Célia Gouvêa I Pesquisa Iconográfica e suporte técnico: Imagem & Informação I Design e Comunicação visual: Escritório Júlio Abe Wakahara.