Conheça

“Um museu da dança! Uma reunião de passado, presente e futuro. A concentração no presente urgente costuma ser consumida pelo fazer, pelo produzir. Ainda que atravessado pela força da memória, como os resistentes palimpsestos que se negam a desaparecer, o mar do que já foi, ainda que concreto, tende ao descarte no presente, mais propício à projeção de devires. O propósito é o de tornar o passado ativo, atuante. A iniciativa do Museu da Dança é antes de tudo generosa, pois abriga vertentes múltiplas da dança, atenta aos artistas e estabelece trocas, contatos, afetos e informações valiosas.”

Depoimento da artista Célia Gouvêa