BLOG

22/12/2016

Retrospectiva 2016


2016 foi um ano importante, de muitas conquistas e projetos para o MUD – Museu da Dança e muito ainda está por vir em 2017!

Agradecemos a todos que nos acompanharam, incentivaram e participaram direta ou indiretamente de todos os projetos. Desejamos Feliz Natal e um excelente ano novo!

 

O QUE ACONTECEU EM 2016

 


imagem-homePRÊMIO BRASIL CRIATIVO

É com imensa satisfação que informamos que MUD – Museu da Dança conquistou o Prêmio Brasil Criativo 2016 na categoria patrimônio – museus. A premiação, que ocorreu no dia 15 de dezembro no auditório do MIS, é uma iniciativa do ProjectHub, com patrocínio da 3M, busca reconhecer as iniciativas da economia criativa brasileira em diversos setores culturais: patrimônios, expressões culturais, artes do espetáculo, audiovisual e literatura e criações culturais funcionais. O evento também contou com palestras de grandes nomes na Conferência Anual de Economia Criativa, Empreendedorismo e Criatividade.

Agradecemos a todos que nos apoiaram, incentivaram e participaram direta e indiretamente dos projetos realizados pelo MUD. Este prêmio é um grande reconhecimento e pertence a todos os que se dedicam à preservação da memória da dança brasileira!

 

apcaINDICAÇÃO AO APCA 2016

Museu da Dança foi indicado ao Prêmio APCA (Associação Paulista de Críticos de Arte) na categoria Espaço de Difusão da Dança, e concorreu ao lado do Centro de Referência da Dança da cidade de São Paulo (ganhador) e Centro Cultural São Paulo, instituições renomadas e de suma importância para a difusão da dança brasileira.

A APCA surgiu em 1951, originalmente para valorizar a produção teatral de São Paulo. A incorporação de outras áreas, como artes visuais, cinema, literatura, televisão e música, ocorreu em 1972. A área de dança foi incluída na premiação a partir de 1973.

Nossos parabéns a todos os indicados e ganhadores desta edição!

 

03LANÇAMENTO DO BANCO DE DADOS

Agora já é possível consultar todo o acervo cadastrado em nosso banco de dados! O acervo do MUD é composto por itens digitalizados e catalogados – entrevistas audiovisuais, fotos, vídeos, documentos históricos, material gráfico, artigos, dentre outros – que foram doados por grupos, cias de dança e artistas brasileiros. É possível ter acesso a todos os itens gratuitamente. A pesquisa, de fácil navegação, pode ser feita pela busca geral ou por critérios específicos fornecidos. Compartilhando acervos históricos esperamos contribuir com a preservação da memória da dança brasileira. Você é nosso convidado!

 

foto-capa-siteDOCUMENTÁRIO SOBRE MARIA MELÓ

Este documentário, realizado pelo Núcleo de Improvisação com o apoio do MUD – Museu da Dança, é antes de tudo uma homenagem a grande mestra de balé D. Maria Meló. Busca tornar público informações sobre ela e sua metodologia de ensino, referência para muitos artistas da dança paulistana e brasileira.

A partir de depoimentos de personalidades da dança sobre suas experiências de estudo e aprendizagem com D. Maria, o documentário procura compartilhar de forma efetiva um conhecimento importante para o entendimento da história da dança no Brasil, que ainda se preserva graças à transmissão oral.

O lançamento do documentário “Maria Meló e o Método Cecchetti: A maestria na arte de ensinar balé” aconteceu no dia 20 de novembro às 17h na sala Crisantempo, em São Paulo.

 

blogEXPOSIÇÃO MARIA DUSCHENES

A exposição virtual permanente “Maria Duschenes: expressão da liberdade”, lançada no dia 28 de maio no MAC USP, é dedicada a compartilhar a história e o legado deixado pela bailarina, coreógrafa e educadora Maria Duschenes, que influenciou gerações de bailarinos, coreógrafos, professores, psicólogos, terapeutas, pedagogos, atores, artistas plásticos, músicos, entre outros. Criadora de uma metodologia própria, acreditava que qualquer pessoa chegaria a um corpo expressivo pela Arte do Movimento. O legado de Maria Duschenes é como o mar: sem fim e sempre em movimento!

 

06EXPOSIÇÃO A POÉTICA DOS ENCONTROS

A exposição virtual permanente “A poética dos encontros” reúne fotos, textos, ilustrações e vídeos produzidos durante a realização de um projeto desenvolvido pelo grupo Lagartixa na Janela, que buscou descobrir novos sentidos no imaginário artístico a partir de dois potentes encontros das performers do grupo com turmas distintas de crianças: as do curso livre da Escola de Dança de São Paulo e as do Instituto de Cegos Padre Chico, deficientes visuais em sua grande maioria. Esses encontros deixaram claro o que a artista da dança Uxa Xavier aprendeu muito bem em seus mais de 30 anos de trabalho com o universo infantil: não importa o contexto e as particularidades de cada uma, crianças são todas iguais – sempre crianças

A exposição, de forma interativa, leva os diálogos estabelecidos para um espectro mais abrangente, diferentemente de um livro ou DVD, possibilitando partilhar essas experiências com o máximo possível de pessoas interessadas no tema.

 

mostra-do-fomentoX MOSTRA DO FOMENTO À DANÇA

Os 34 núcleos artísticos que participaram da X Mostra do Fomento à Dança, que aconteceu de 5 a 22 de outubro de 2016, foram entrevistados

pela equipe do MUD, possibilitando que os diretores abordem sua pesquisa, técnica e trechos de sua obra, com o objetivo de aproximar o público de sua linguagem artística; compartilhar gratuita e virtualmente acervos das obras apresentadas no decorrer do evento e registrar um apanhado das ações que acontecerão nas quatro regiões da cidade de São Paulo. Esta ação tem por objetivo apresentar ao público um pouco mais sobre os núcleos artísticos participantes e também contribuir com a preservação da memória deste importante evento para a dança paulistana.

 

celia-1VIDEOAULA CÉLIA GOUVÊA

No dia 6 de agosto aconteceu no MIS o lançamento do DVD contendo registro em vídeo da Técnica de Dança Célia Gouvêa, com comentários e demonstrações de todas as técnicas interdisciplinares utilizadas em sua preparação corporal, além da Técnica Orgânica desenvolvida pela própria artista no decorrer de sua carreira. “Minha prática pedagógica denomina-se Técnica Orgânica e inclui exercícios de improvisação e composição. As aulas costumam ser recheadas por conversas e conceitos. Minhas práticas corporais assíduas constituem uma síntese, um combinado de muitos conhecimentos adquiridos ao longo de minha trajetória. Processo a minha sopa, da qual constam ingredientes diversos, com o propósito de ter um corpo forte e flexível, ter uma postura despojada, não empostada, próxima de todo ser pedestre. No meu entendimento, o fortalecimento técnico não é incompatível com o olhar interno.”

A ação foi idealizada e produzida pelo MUD – Museu da Dança e os DVDs foram distribuídos gratuitamente para bibliotecas e equipamentos culturais da cidade de São Paulo.

 

O QUE ESTÁ POR VIR…

 

09EXPOSIÇÃO RUTH RACHOU

Com lançamento previsto para o segundo semestre de 2017, a exposição virtual permanente em comemoração aos 90 anos da grande artista Ruth Rachou, é um projeto de resgate e preservação da memória da dança brasileira por meio da difusão do acervo histórico da bailarina, coreógrafa e professora. Figura importante na cena paulistana e no Brasil, Ruth iniciou-se no ballet aos 4 anos, por imposição da mãe. Decidiu seguir com os estudos na adolescência, tendo como mestra Maria Olenewa (1896-1965). Sua primeira grande conquista foi integrar o corpo de baile do Ballet IV Centenário, companhia fundada em 1954 como parte das comemorações ao aniversário de 400 anos da cidade de São Paulo e que contribuiu para a difusão do pensamento moderno na dança clássica que se dava no Brasil.

 

10CURSOS ONLINE

Após o sucesso na realização dos cursos sobre a história da dança brasileira, realizados no decorrer do ano de 2016, estamos desenvolvendo uma plataforma online de cursos para potencializar e democratizar o acesso ao conteúdo oferecido. A previsão de lançamento do primeiro curso online é para o primeiro semestre de 2017.