BLOG

09/12/2015

Vídeo aula


Lançaremos, no próximo ano, a vídeo aula ministrada pela renomada diretora, coreógrafa e bailarina Célia Gouvêa, que figura entre as artistas de maior importância para a dança paulistana e brasileira dada a sua inegável contribuição artística e política em mais de 40 anos dedicados exclusivamente à dança.

A artista conta com mais de 60 coreografias em seu currículo, sendo que grande parte delas foram icônicas e marcaram momentos de ruptura e transição da dança contemporânea. Um dos seus diferenciais é a formação multidisciplinar adquirida ao longo de sua carreira. Célia é formada pelo “MUDRA” de Maurice Béjart, em Bruxelas, Bélgica, voltado à interação entre as várias linguagens artísticas (1970-1973) e, imbuída desta experiência, co-fundou o Grupo CHANDRA (Teatro de Pesquisa de Bruxelas). Recebeu bolsas de pesquisa e criação do CNPq, auxílio à Pesquisa da Fapesp, VITAE, John Simon Guggenheim Memorial Foundation. Em 1998 foi agraciada com a bolsa Virtuose, que a conduziu à França, onde realizou duas montagens no estúdio do Théâtre du Soleil (Paris) e coreografou o desfile da Bienal de Dança de Lyon/2000.

Célia conquistou prêmios de melhor coreógrafa, bailarina, espetáculo, pesquisa e criação da APCA, Governador do Estado, Apetesp, Funarte e concorreu ao prêmio Governador do Estado pelo projeto de preservação e compartilhamento do acervo Célia Gouvêa e Maurice Vaneau, que foi realizado com o apoio do 12º Programa de Fomento à Dança, o primeiro projeto fomentado dedicado exclusivamente à questão da memória, tamanha é a sua importância para a dança brasileira.

Em 2014 foi convidada de honra para abertura da 8ª Mostra do Fomento à Dança, uma mostra que teve seu diferencial por ter sido construído num diálogo entre artista e poder público. Célia, figura representativa da classe na construção da lei de fomento, foi convidada a participar do evento da maneira que bem entendesse e, como grande coreógrafa e bailarina que é, cria e apresenta um solo no qual questiona “o que é a dança para você?”, combinando experiências e sensações próprias com extratos coreográficos e demonstrações de técnicas que foram relevantes em sua carreira e agora circula com essa peça autobiográfica de dança.

A ação, realizada pelo MUD – Museu da Dança, visa contribuir com a difusão da história da dança brasileira por meio do estímulo à produção de conhecimento específico sobre a dança, especialmente sobre as produções e técnicas exclusivamente nacionais. Saiba mais sobre o conteúdo da vídeo aula aqui.

A vídeo aula é realizada com o apoio do 18º Edital de Fomento à Dança da Cidade de São Paulo e estará disponível para compra em 2016. Saiba mais sobre a vídeo aula aqui.

Acompanhe o MUD pelas redes sociais para saber mais sobre o lançamento desta ação e formas de aquisição do DVD.